BURSITES – PEQUENAS E DOLOROSAS

O que são as BURSAS?

São bolsas revestidas internamente por uma membrana chamada ‘sinovial’, a mesma que existe dentro das nossas articulações. O conteúdo destas bursas é o líquido sinovial, uma substância de aspecto viscoso, com características de gel. As bursas contribuem para a proteção de choque e diminuem pressões e o atrito entre duas estruturas vizinhas (tendões, ligamentos e ossos). Estão em muitas regiões do corpo, mas concentram-se próximas às articulações, nas áreas de contato entre tendões, entre tendões e ossos, ou entre a superfície do osso e a pele. O joelho possui em torno de 8 bursas e podem causar sintomas intensos e limitantes. No quadril, a bursa trocantérica (sobre o trocânter maior do fêmur) é uma das mais afetadas por inflamações. Ombro, cotovelo, pés e tornozelos apresentam bursas menores, mas sintomáticas durante as inflamações.

Como surgem as BURSITES?

As BURSITES podem ser causadas por traumatismos diretos, como em decorrência de quedas. Alguns movimentos repetitivos de grande duração, como corridas longas, ou pedal, podem desencadear bursites crônicas em regiões específicas. Algumas doenças reumáticas, como a gota e artrite reumatóide, se manifestam também com bursites, em casos específicos. Alguns ferimentos de pele infectados correm o risco de vir acompanhados do problema. Uma queda sobre o joelho pode provocar, por exemplo, o aumento na produção de líquido ou até sangramento de uma ou mais de suas bursas, o que caracteriza inflamação chamada de bursite traumática ou bursite aguda. Após o traumatismo ou esforço repetitivo, as bursas podem produzir grandes volumes de líquido sinovial, causando aumento de temperatura local, dor e limitações de movimentos, em função da distensão das partes moles ao redor. A articulação corre o risco de perder provisoriamente seus contornos habituais, dando aspecto de inchaço localizado ou até generalizado. Algumas bursites podem causar adesões de partes moles, cicatrizes e calcificações.

Como as BURSITES são diagnosticadas?

A história clínica e exame físico adequado permitem o diagnóstico clínico correto na maioria das vezes. Pode-se confundir uma bursite aguda com inflamação da articulação (sinovite aguda), infecções da articulação (pioartrite) ou da pele (celulite, erisipela). O exame de ultrasom permite identificar as bursas e determinar suas dimensões, além de revelar características de seu conteúdo. A ressonância magnética possibilita identificar as bursas de forma mais anatômica, além de afastar outros diagnósticos, como as lesões articulares e as sinovites. A aspiração do conteúdo da bursa revela informações sobre as características do líquido, além de permitir uma análise microscópica específica, com identificação de células inflamatórias ou infecciosas e cultura do material para avaliar crescimento bacteriano.

Como as BURSITES são tratadas?

As bursites agudas normalmente respondem positivamente com o tratamento à base de antiinflamatórios não hormonais, crioterapia (gelo), analgésicos e repouso. A punção (aspiração do conteúdo) permite a diminuição do volume e da tensão, aliviando os sintomas nas bursites volumosas. As infiltrações com corticosteróides também fazem parte do tratamento das bursites. O repouso relativo até que ocorra a melhora dos sintomas é importante para que o tratamento seja eficiente. A cirurgia de ressecção da bursa está indicada raramente nos casos de persistência dos sintomas após longo tratamento clínico ou limitações dos movimentos no esporte.

Share

33 opiniões sobre “BURSITES – PEQUENAS E DOLOROSAS”

  1. Olá Doutor, sinto muita dor no ombro esquerdo,quando giro o braço da um estalo mas ao alongar sinto alivio,as x coloco calor e da um alivio mas li que gelo é melhor..qual dos dois usar?obrigada Graça

  2. Olá, Graça.
    Sugerimos que consulte um ortopedista, especializado em medicina esportiva, para que ele possa verificar qual é o seu caso.
    Não seria prudente fazermos qualquer prescrição à distância.
    Um abraço,
    Equipe Corredores S/A

  3. Sinto dores como se tivesse o braço cansado, a partir do ombro! Será que tenho bursite ou tendinite?

  4. Por favor preciso de sua ajuda DR.Cristiano frota, sou costureira a mas de 30 anos e so agora apareceu uma dor no meu quadril e foi dito que e burcite por movimento repetitivo, como posso para se ainda estou ativa no trabalho e quero com sua ajudar me cura, poriso peço ajuda como deve fazer, moro na regiao dos lagos praia no rio de janeiro meu telefone e 022-2624-4278, espero sua resposta pois a dor e insurpotavel
    obrigado

  5. Prezada Lourdes, infelizmente o Dr. Cristiano não tem como ajudá-la, uma vez que não seria correto avaliar sua condição física à distância.
    Indicamos que procure se consultar com um médico ortopedista em sua cidade o mais breve possível, pois ele irá avaliar todo o seu quadro clínico e receitará as melhores medidas para seu caso específico.
    Desejamos melhoras!
    Um abraço,
    Equipe Corredores S/A

  6. Caro Jonas, infelizmente, não temos como ajudá-lo, uma vez que seria imprudente emitirmos qualquer opinião sobre isso à distância.
    Sugerimos que procure um médico ortopedista para que ele lhe avalie da melhor forma e possa acompanhar a evolução do seu caso.
    Um abraço de todos da Multiesportes

  7. olá .. tenhu bursite , ja fi ressonancia , tomei varios remedios ,fisioterapia , gelo … enfim ja n sei mas o qui fazer … vou procurar um medico diferente mas queria mesmo saber se é caso de cirurgia ou esse tipo de bursite terei pro resto da minha vida pois ja faz uns 8 anso qui tenhu e aum vejo resultados so vejo pioras ;/

  8. Cara Andreia, você está fazendo a coisa certa, que é procurar especialistas. Somente eles poderão indicar o melhor tratamento, pois farão exames clínicos em você, o que nós, à distância, não podemos, além de não sermos médicos. É importante que você siga as instruções dos especialistas e tenha paciência nos treinos para não agravar ainda mais o quadro da doença.
    Um abraço,
    Equipe ST

  9. Olá Dr. fui diagnosticado com uma pequena bursite no ombro esquerdo, sou praticante de musculação regularmente e jogo futebol nos fins de semana.
    Gostaria de saber se mesmo com a Bursite posso continuar a musculação (lembrando que eu não faço musculação a 2 meses, que foi a data de inicio do incomodo no ombro)?? se tem alguma restrição, ou se não é indicado a prática de musculação.
    Muito Obrigado.

  10. Caro José, nenhuma atividade física é recomendada quando estamos doentes ou lesionados. Se arriscamos, colocamos nossa saúde em risco. Você deve primeiro ter liberação do médico para voltar a treinar. E, quando voltar, buscar primeiro uma avaliação com um professor de educação física para não correr riscos de pegar muito pesado antes de uma fase de adaptação.
    Um abraço,
    Equipe ST

  11. Cai de moto em baixa velocidade ha 8 dias e bati meu ombro no chão. tirei chapa e estava tudo normal, o impacto nem foi tão forte e sai hospital somente usando uma tipoia. Porem me ombro piorou um pouco, não consigo abrir o braço e a noite doi muito. Posso estar com bursite traumatica? qual o tratamento? terei que imobilizar?

  12. Mauricio, é impossível fazer um diagnóstico à distância, além de ser imprudente.
    Por isso, indicamos que se consulte com um médico ortopedista o quanto antes.
    Um abraço,
    Equipe Multiesportes

  13. tive um acidente de trabalho e não me socorreram, apos 3 dias com meu pe machucado fui eu mesma por conta no médico, mas o mesmo me disse q nao deveria estar no sus pois a empresa deveria ter me levado e ela ter custeado qualquer coisa q precisasse, imobilizou meu pe com uma faixa, mas as dores era horriveis, isso em 16/06/2012, fiquei 15 dias afastadas e queria um traumato, fui e o mesmo me disse q tha aparecido um desgaste por causa da queda q talvez só aprecesse em 20 anos ou nao. me mdou p fisioterapia mas nao adiantou de nada ,nao consigo mexer meu dedao direito p cima, ai tive q brigar novamente por uma ressonacia e o resultado foi: Doença articular degenerativa (osteartrose) na articulaçao matatarsofalangeana do primeiro raio, observando-se irregularidades das superfícies articulares, cistos ósseos subcondrais e osteite reacional.
    No segundo espaço intermatatarsiano observa-se discreta imagem nodular com impregnação pelo meio de contarste medindo 0,5 cm, q pode corresponder a neuroma de Norton.
    Estruturas tendinosas com espessura e intensidade normais.
    Bursas normodistendidas.
    Esse foi o resultado, o meu traumato só daqui a 10 dias e to bem apavorada por causa da dor e do meu trabalho, eu sou vendedora e fico 8 horas em pé com dores horríveis.Será q o Dr. poderia me enviar o q esss ressonacia significa?q a minha chefe disse q eu ja tinha isso q jamais essa queda poderia ter provocado isso, mas antes disso meu pe era perfeito, usava salto alto, qualquer calçado, a gora nem sapato fechado eu poso usar.Agradeço se o Dr puder me responder.

  14. Estela, infelizmente mas não temos como arriscar um diagnóstico à distância.
    O ideal é que o próprio médico que vem acompanhando seu caso esclareça a você quais as possíveis causas e melhor tratamento.
    Desejamos melhoras o mais breve possível!
    Abs,
    Equipe Corredores S/A

  15. Devido alguns movimento repetitivos que andei fazendo no ramo de pedreiro, me surgiu uma grande dor no ombro, geralmente no final do dia e a noite quando me deito do lado do ombro dolorido. devido não ter acabado a obra ainda, comvém, eu procurar um médico, ou convém eu acabar primeiro a obra e depois me tratar ?

  16. Francisco, o ideal é procure um médico o quanto antes para evitar correr o risco de agravar a lesão.
    Porém, caso não seja possível, assim que a obra terminar, se consulte com um ortopedista.

  17. Conheço uma pessoa que está com um problema sério de ombros e tem diagnósticos desencontrados. No entanto, sua condição financeira não possibilita um tratamento de qualidade. Gostaria de saber se existe algum atendimento filantrópico nessa área em Porto Alegre/RS, para que pudesse lhe oferecer ao menos um diagnóstico adequado.
    Tem alguma informação nesse sentido?
    Grata

  18. olá! doutor tive tendinite no punho direito fiz fisioterapia e logo apos descobri que estou com bursite. Estou fazendo o tratamento e as fisioterapia mas a dor nao passa estou trabalhando e cada vez esta ficando mas dificil para trabalhar agora a dor que sentia so no ombro direito estou sentindo no esquerdo tbem .Doutor sera que o fato deu estar trabalhando esteja dificultando a melhora? e se sim oque eu posso fazer a respeito? desde ja mto obrigada pela atencao

  19. Claudineia, o médico ortopedista que acompanha o seu caso poderá avaliar melhor. É o profissional quem irá dizer se é preciso fazer modificações no tratamento ou mesmo indicar restrições ou até o afastamento das suas atividades.
    Se não estiver satisfeita com o prognóstico, talvez seja interessante consultar um outro ortopedista.

  20. Boa tarde, foi-me diagnosticado um bursite num dedo da mão…estou a fazer medicação com “Vimovo”, mas não vejo melhoras nenhumas…incomoda-me bastante visto que a bursite está localizada no dedo anelar da mao direita.Receio não ser uma bursite…

  21. Alice, não temos como omitir uma opinião, visto que a consulta pessoal a um ortopedista é fundamental.
    Como não está satisfeita com o diagnóstico, recomendamos que procure outro profissional para que ele a avalie.

  22. Por favor, diga-me, a punção da bursite é dolorosa?
    E já agora, o que acontece se o doente não se preocupar com o aparecimento da bursite?

  23. Alice, a bursite necessita de tratamento para que o quadro de dor e incômodo não piore, resultando em maiores limitações.

  24. CARO DR. CRISTIANO, SUAS EXPLICAÇÕES SÃO DE EXTREMA RELEVÂNCIA.. PORÉM DEVO ALERTA-LO DE QUE NEM SEMPRE AS CAUSAS SÃO AS CITADAS NO ARTIGO, JÁ QUE AS CAUSAS PSICOSSOMÁTICAS DEVEM SER LEVADAS EM CONTA, JÁ QUE EM GRANDE PARTE DAS DOENÇAS AGUDAS QUE SE TRANSFORMAM EM CRONICA COMO É O CASO DAS BURSITES TEM SUA PARCELA PSICOSSOMÁTICA. DEVEMOS OBSERVAR O SUJEITO EM SUAS SUBJETIVIDADES SOCIAL E PSICOPATOLÓGICAS, OBRIGADA. OTHELO REGINALDO; PROFESSOR DE ED.FÍSICA PROVISIONADO E GRADUANDO EM PSICOLOGIA 09 SEMESTRE FACULDADE RUY BARBOSA SALVADOR BAHIA

  25. Boa tarde, tenho uma bursite no peito de pé devido a um traumatismo. Apesar de ter um inchaço muito reduzido, persite há 2 meses, já tendo ido ao médico e tendo começado a fazer fisioterapia nesta semana. Acha que posso correr ocasionalmente ou é melhor para por completo, sendo que não sinto qualquer dor ao correr?

  26. Henrique, a melhor pessoa para lhe aconselhar é o médico que acompanha seu tratamento.
    Ele poderá indicar com maior segurança como deve ser a sua recuperação.
    Um abraço,
    Equipe Multiesportes

  27. Boa noite, eu fiz uma ressonância magnética do quadril e apareceu que estou com “Bursas Normodistendidas o que isso significa?

    Atenciosamente,
    Fábio.

  28. Fábio, não temos como auxiliá-lo, mas certamente o médico que solicitou a ressonância esclarecerá todas as suas dúvidas.

  29. Olá, boa noite.
    Ando com muita dor no ombro direito, não aguento nem levantar o braço. Estou com dificuldades para movimentação. Fiz um ultrasson e não constou anormalidades nele. E meu médico pediu uma ressonancia, na ressonancia sairá o motivo da minha dor? Pois ele não tem certeza se é bursite.
    E ele me passou fisioterapia para fazer.
    Obrigado desde ja !

  30. Oi Thamires, para qualquer diagnóstico é necessário o exame individualizados e os testes como a ressonância. Em casos como este, é necessário esperar todos os resultados e aguardar a avaliação do seu médico. Porém, em caso de insegurança quanto ao profissional, uma alternativa é buscar uma segunda opinião com outro especialista. Quanto a fisioterapia, é sempre uma importante aliada no tratamento de lesões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>